Greve nos CTT a 31 de outubro e 2 de novembro

Os CTT – Correios de Portugal informam que foi marcada uma greve geral, no dia 31 de outubro, segunda-feira, e 2 de novembro, quarta-feira, avançando a possibilitada de perturbações na normal distribuição de correio e encomendas.

Os CTT prepararam um plano de contingência para minimizar eventuais impactos, nomeadamente a mobilização de meios no sábado seguinte, quando tal se justifique para recuperar de eventuais atrasos.

Os CTT respeitam o direito à greve, mas «estranha e repudia» as datas escolhidas pelos sindicatos promotores, numa semana com um feriado – «como já se tornou habitual nas greves anteriores», consta de comunicado, acrescentando o «repúdio pelas razões para a sua realização»

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Presidente da Câmara reuniu com profissionais da Educação

Ao final da tarde desta quarta-feira, representantes dos docentes e não docentes dos Agrupamentos de Escolas Camilo Castelo Branco e D. Sancho I foram recebidos, nos Paços do Concelho, pelo presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, e pelo vereador da Educação e Ciência, Augusto Lima.

Nesta reunião, os autarcas procuraram perceber melhor os temas que têm levado milhares de profissionais da educação a manifestarem-se e as questões prioritárias nas negociações com o Governo.

Mário Passos e Augusto Lima ouviram os docentes e os não docentes durante um encontro que também contou com representantes de todos os níveis de educação escolar, os técnicos especializados e os assistentes operacionais, nomeadamente os que trabalham diretamente com a Educação Especial.

Os dois autarcas mostraram-se compreensivos e solidários com as causas destes profissionais e evidenciaram a sua preocupação com o impacto deste período prolongado de greves para famílias e alunos. Mário Passos e Augusto Lima desejaram aos profissionais sucesso nas negociações com o Governo.

Famalicão: Pré-aviso de greve na CP obriga Câmara a reforçar transporte rodoviário no Carnaval

O pré-aviso de greve dos trabalhadores da CP para o período do Carnaval, motivou o cancelamento da habitual parceria entre o Município de Famalicão e a operadora ferroviária. Por esta razão, a Câmara Municipal avançou com o reforço do número de circuitos de autocarros para aquela que é a noite mais longa. Para além das 12 linhas que sairão de várias freguesias, há um reforço paras as localidades de Nine, Jesufrei e Lousado. A autarquia mantém, também este ano, o reforço das saídas das vilas de Joane e Riba de Ave, com dois e três autocarros, respetivamente.

As viagens de regresso estão agendadas para as 02h00, 03h45 e 05h00, com saída do Parque 1.º de Maio, em frente à Escola Secundária D. Sancho I.

As viagens são gratuitas e para viajar basta aparecer nos locais de paragem, disponíveis para consulta em www.famalicao.pt.

 

Famalicão: Greve volta a fechar várias escolas do concelho (c/vídeo)

Mais um dia de greve do pessoal docente e não docente e, no concelho de Famalicão, são vários os estabelecimento de ensino que se encontram encerrados.

A Secundária D. Sancho I, a Júlio Brandão, a EB Nuno Simões, as escolas sede D. Maria II, Gondifelos e Pedome encontram-se encerradas. Na manhã desta terça-feira, os profissionais da Educação promoveram, novamente, um cordão humano que uniu os três principais estabelecimentos de ensino da cidade em protesto.

O Governo decretou, na passada semana, serviços mínimos que entram em vigor esta quarta-feira.

Famalicão: Greve dos profissionais da Educação volta a encerrar escolas

Prossegue a greve do pessoal docente e não docente. A semana começa sem aulas na Júlio Brandão, na dr. Nuno Simões e nas escolas sedes dos agrupamentos de Gondifelos e D. Maria II, em Gavião..

Logo pela manhã desta segunda-feira houve concentração de pessoal docente e não docente, mas também de alunos, em frente a alguns estabelecimentos de ensino em protesto.

Recorde-se que o coordenador do Sindicato de Todos os Profissionais de Educação apelou, no passado sábado, aos milhares de manifestantes que estiveram em Lisboa para que, esta semana «encerrem as escolas de norte a sul do país». Perante a decisão do Governo em decretar os serviços mínimos, André Pestana instou os docentes e não docentes para que “não desistam da luta”.

“A Escola Unida Jamais será vencida” foi a palavra de ordem ouvida após o apelo do dirigente sindical.

Famalicão: Greve também fecha escola sede de Gondifelos

A escola sede do Agrupamento de Gondifelos está fechada esta sexta-feira, devido à greve do pessoal docente e não docente, que mantêm ações de protesto desde o passado mês de dezembro.

Recorde-se que há um pré-aviso de greve dos profissionais da Educação, até 31 de janeiro, situação que tem provocado interrupções letivas em vários estabelecimentos de ensino.

Famalicão: Greve fecha Secundária D. Sancho durante a manhã desta sexta-feira

A Escola Secundária D. Sancho I está encerrada durante a manhã desta sexta-feira, devido à greve do pessoal docente e não docente.

As condições de funcionamento deste estabelecimento de ensino, para o período da tarde, serão reavaliadas e comunicadas pelas 12h30.

Recorde-se que há um pré-aviso de greve dos profissionais da Educação, até 31 de janeiro.