Prisão preventiva para homem que sequestrou e roubou mulher na Trofa

Está em prisão preventiva o homem, de 41 anos, suspeito de sequestrar uma pessoa para a obrigar a levantar dinheiro no multibanco. Para obrigar a vítima, terá usado de uma faca e de agressões físicas.

Os alegados crimes aconteceram cerca das 22 horas de sexta-feira, dia 21 de janeiro. A vítima estava num parque de estacionamento, na Trofa, quando foi sequestrada, durante quatro horas. O agressor obrigou a mulher a fazer levantamentos no Porto e na Póvoa de Varzim. Cerca das duas horas da madrugada de sábado, abandonou-a na via pública, em Covelas, Trofa, levando-lhe o carro e outros bens que tinha no interior.

A Polícia Judiciária já deteve o suspeito que está “fortemente indiciado” pela prática dos crimes de sequestro, roubo e ofensas à integridade física, refere a PJ em comunicado.

O detido tem vários antecedentes criminais por crimes contra o património e contra as pessoas.

 

Vários detidos por condução ilegal e sob o efeito do álcool

Este domingo, na cidade de Vila Nova de Famalicão, a PSP deteve um jovem, de 26 anos, por condução ilegal. A detenção decorreu no âmbito de uma fiscalização rodoviária, com o jovem a não apresentar qualquer documento que o habilitasse para a condução.

Ainda durante o fim de semana, nas cidades de Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Braga, foram detidas quatro pessoas, com idades compreendidas entre os 29 e 60 anos, por condução automóvel com taxa de alcoolemia superior à permitida por lei. Submetidas aos respetivos testes, acusaram entre 1,20 e 1,96 g/l no sangue.

Famalicão: PSP identifica sete adeptos envolvidos na confusão antes do Famalicão x Boavista

A PSP identificou sete envolvidos nos confrontos registados antes do Famalicão x Boavista, na noite deste domingo.

Em comunicado, aquela autoridade refere que no momento em que começaram os desacatos, a esplanada destruída estava ocupada por adeptos do Boavista F.C., tendo a confusão iniciado aquando da presença de apoiantes da equipa da casa.

 

A Polícia de Segurança Pública informa ainda que a pronta intervenção dos seus agentes evitou uma escalada ainda maior da violência e fez com que os desacatos terminassem rapidamente.

O processo vai seguir os trâmites habituais para o total apuramento dos factos.

Famalicão: Despiste provoca um ferido na A3

Na tarde desta quarta-feira, pelas 15h52m, o despiste de um veículo ligeiro, na Auto Estrada 3, freguesia de Oliveira (São Pedro), concelho de Braga, provocou um ferido e danos consideráveis na viatura.
O ferido, considerado ligeiro, foi transportado para o Hospital de Braga pelos BV Famalicenses que mobilizaram para o local dois veículos e oito voluntários.
Foto: BV Famalicenses

Famalicão: Câmara da Trofa homenageia campeões na V Gala do Desporto

A Câmara Municipal da Trofa homenageia todos os campeões desportivos do concelho da Trofa, naquela que será a V Gala de Desporto. Está marcada para o dia 1 de outubro, pelas 21 horas, no pavilhão da Escola Secundária da Trofa.

O objetivo passa por premiar todos aqueles e aquelas que tiveram um papel preponderante no desenvolvimento do Desporto no Concelho da Trofa nas últimas 3 épocas, 2019/2020, 2020/2021 e 2021/2022, uma vez que nos últimos dois anos não houve gala, devido à pandemia.

Entre as categorias a concurso destaque para a entrega do Prémio Carreira, um troféu que assinala e destaca uma personalidade como uma referência na prossecução da excelência desportiva e um modelo para os mais novos.

Segundo Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal da Trofa, este será um «um momento de convívio e de reconhecimento da comunidade desportiva do Concelho, que sirva também de estímulo para que cada vez mais jovens pratiquem desporto na Trofa, nas mais diversas modalidades».

O evento será, ainda, pautado por diversos momentos musicais com a participação de artistas locais e inúmeros convidados.

Demolição da Praça de Touros: Pres. da Câmara da Póvoa recebe envelope com balas e ameaças de morte

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, e o Vice Presidente, Luís Batista, foram, esta terça-feira, surpreendidos com um envelope com balas e ameaças de morte, deixado à porta do edifício da autarquia.

Não é uma ameaça, muito menos um aviso, é uma previsão. Ou uma destas na testa. A vossa escolha é fácil. Não vamos gastar mais envelopes.

Mensagem colocada no interior do envelope

Tudo leva a crer que este acontecimento esteja relacionado com o processo de demolição da Praça de Touros da Póvoa de Varzim, cujos trabalhos foram iniciados esta segunda-feira.

Em comunicado, a autarquia fala numa “tresloucada ameaça, absolutamente imprópria em meios civilizados e democráticos, não é mais que a tentativa desesperada de uma minoria de impedir a concretização de uma deliberação legitimada pelo voto (explicitamente assumida nas candidaturas autárquicas vencedoras em 2017 e 2021) e sancionada pela instância judicial junto da qual a minoria contestatária interpôs providência cautelar”.

Um segundo envelope, com o mesmo conteúdo, foi enviado para a clínica do Presidente da Assembleia Municipal.

O caso já foi reportado às autoridades que agora investigam.