CP alerta para perturbações na circulação de comboios

Está prevista para esta sexta-feira uma greve dos trabalhadores dos comboios. Tem duração de 24 horas mas o impacto vai sentir-se já na noite desta quinta-feira. Resulta da falta de acordo entre os sindicatos e o Governo por aumentos salariais.

A CP já informou que estarão garantidos serviços mínimos, mas admite perturbações na circulação, com possível impacto nos dias anterior e seguinte ao período de greve, ou seja, a 7 e 9 de outubro.

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) reivindica aumento de salários, um plano para «admissão de trabalhadores para substituírem os que faltam e os que são necessários para se conseguir fazer o aumento da oferta», medidas para a «harmonização das regras de trabalho na CP e na IP» e «uma calendarização para a negociação da revisão da contratação colectiva».

 

Greve dos trabalhadores da IP vai afetar circulação de comboios nos dias 1, 3 e 5 de agosto

A organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal (gestor da infraestrutura ferroviária) convocou uma greve para os dias 1, 3 e 5 de agosto e a Comboios de Portugal (CP) prevê «fortes perturbações» na circulação.

Em comunicado, a CP reporta que, «por motivo de greve convocada por organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços, nos dias 1, 3 e 5 de agosto de 2022».

Está prevista a realização de serviços mínimos nos dias da greve, sem prejuízo de poderem ser realizados comboios adicionais, cuja lista pode ser consultada em www.cp.pt

Rali de Famalicão determina alterações à circulação automóvel

O Rali de Famalicão, que vai para estrada este fim de semana, determina alterações ao trânsito, pelo encerramento de ruas e acesso condicionado às habitações.

As qualificativas passam pelas freguesias de Arnoso Sta. Maria, Calendário, Cruz, Esmeriz, Fradelos, Lemenhe, Jesufrei, Nine, Outiz, Ribeirão, Sezures, Vale S. Cosme, Vale S. Martinho e Vilarinho de Cambas, implicando as seguintes alterações ao trânsito:
Dia 23, sábado
PEC 1/3 – ARNOSO STA MARIA | NINE | LEMENHE | JESUFREI, encerramento previsto das 12h30 até às 17h30
PEC 2/4/5 – CALENDÁRIO | VILARINHO DE CAMBAS | FRADELOS, encerramento previsto das 13h30 até às 19h30
PEC 6A/6B – ESMERIZ, encerramento previsto das 18h50 até às 24h00
Dia 24, domingo
PEC 7/9 – VALE S. MARTINHO | CRUZ | VALE S. COSME | SEZURES, encerramento previsto das 08h00 até às 12h30
PEC 8/10 – OUTIZ | VILARINHO DAS CAMBAS | RIBEIRÃO, encerramento previsto das 08h30 até às 12h30

Ver mapas com fecho de ruas e percursos aqui.

A Câmara Municipal apela aos automobilistas para que estejam atentos aos percursos alternativos e pede a compreensão de todos pelos incómodos causados.

Associação Têxtil e Vestuário crítica falta de apoios à internacionalização

A direção da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal está preocupada com o que diz serem atrasos e incertezas no apoio à internacionalização para este setor do têxtil e vestuário.

Mário Jorge Machado, presidente da ATP, garante que a Associação tem procurado informações junto das entidades competentes e que não tem obtido as respostas que precisa.

«As manifestações de preocupação foram dirigidas ao mais alto nível, a diversas entidades e responsáveis políticos, desde a membros do Governo, ao COMPETE, à AICEP Portugal Global, à própria CIP, e, nalguns casos, manifestações reiteradas», acusa.

Mário Jorge Machado recorda que as «últimas calls do Portugal 2020 para a internacionalização das empresas ficaram muito aquém das necessidades, com cortes orçamentais que não eram de todo esperados. Sobretudo numa altura essencial em que deveríamos estar a ajudar as empresas a reverter os efeitos provocados, primeiro, por uma pandemia, a que somaram, recentemente, outros provenientes da guerra, com crise de preços na energia e matérias-primas, subida da inflação e recuo da procura», frisa.

Ainda que reconheça que as verbas do Portugal 2020 possam estar esgotadas, Mário Jorge Machado lembra que há um «Programa como o Portugal 2030 que devia estar ao serviço da economia desde 2021, e estamos no 3.º trimestre de 2022 e ainda ninguém consegue antecipar quando poderá estar operacional, com abertura de calls nestas e noutras áreas».

Famalicão: Poda das árvores vão condicionar circulação automóvel na Av. dos Descobrimentos

A partir desta quarta-feira, vão decorrer trabalhos de podas das árvores na Avenida dos Descobrimentos que vão condicionar a circulação automóvel nesta via de entrada e saída na cidade.
A intervenção será até quinta-feira, estando previstos vários constrangimentos, nomeadamente na circulação no sentido Famalicão – Trofa, sendo necessário cortar temporariamente uma faixa de rodagem.
A Câmara Municipal pede que os condutores fiquem atentos aos trabalhos.

Covid-19: Isolamento de doentes passa de sete para cinco dias

A ministra da Presidência anunciou, esta quinta-feira, que o período de isolamento por covid-19 vai passar de sete para cinco dias e que a situação de alerta devido à pandemia mantém-se até ao final do mês de julho.

Em conferência de imprensa, Mariana Vieira da Silva promete novidades para os próximos dias, garantindo que vão continuar a vigorar regras do uso de máscaras em determinadas situações, como transportes públicos. A exigência do certificado digital para entrar no país vai deixar de ser obrigatória, referiu a Ministra.

Viagens Porto – Vigo no comboio Celta a 5,25 euros

A partir de 1 de julho e até 30 de setembro deste ano, pode viajar no comboio Celta, para viagens Porto-Vigo, por apenas 5,25 euros.

Esta campanha da CP e da RENFE, decorre do sucesso das anteriores ações promocionais, particularmente a realizada entre março e maio de 2022, que permitiu registar, segundo a CP, um crescimento de procura da ordem dos 40%, face ao período homologo de 2019.

O comboio Celta liga o Porto à Galiza, com partidas diárias das cidades de Porto – Campanhã e de Vigo e paragens em Nine, Viana do Castelo e Valença.

A CP recomenda a consulta de informações mais detalhadas em cp.pt ou através da Linha de Atendimento – 808 109 110 (custo de uma chamada para a rede fixa nacional).