Trofa é o segundo município do país com menos despesa de pessoal

Segundo o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2021, a Trofa é o 2.º município do país com menos despesa com pessoal, entre os 308 municípios portugueses, refletindo «a gestão rigorosa, iniciada pelo executivo municipal» liderado por Sérgio Humberto, «que adotou medidas de poupança e diminuição da dívida herdada», quando entrou em funções em 2013.

O Anuário revela que a fatia das despesas com pessoal nos gastos das Câmaras tem vindo a crescer desde 2016 e atingiu, em termos globais, um aumento de 7,996 (+215,9 milhões de euros) em 2021 em comparação com o ano anterior.

A Câmara Municipal da Trofa presta serviço a um território de 72km2, com cerca de 40 mil habitantes. No passado fim de semana inaugurou o novo edifício dos Paços do Concelho, numa cerimónia presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

 

 

10 Comments

  1. Acredito que sim. Barcelos, neste momento tem funcionários, não administrativos que por “castigo”, são colocados a fazer outros serviços. Que serviços…é o mesmo que estar junto do mar e não poder ir à praia! O castigo é poder estar junto à praia, levar a toalha, protector solar e estar durante esse mesmo tempo de “castigo” simplesmente a GOZAR COM QUEM TRABALHA”, porque ao fim do mês os euros entram na conta bancária.

  2. Já que é assim ,podiam aproveitar e arranjar as estradas e soluções para escoar o trânsito..

  3. Tudo bem se for assim parabéns👏🏽👏🏽mas tem muita coisa que tem que ser alterada,,,pagamos a água e seneamento mais caro de Potugal,,é vergonhoso😡

  4. É muito fácil, se entregar todos os serviços a empresas dos amigos, nem necessita de nenhum funcionário.

  5. Que outras sigam o exemplo!…
    E que esta, com as novas instalações, não se entusiasme a contratar desnecessários!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Dia Internacional do Voluntariado assinalado na Trofa

A Câmara Municipal da Trofa comemora o Dia Internacional do Voluntário, no dia 5 de dezembro, com uma homenagem a todos os cidadãos que se dedicam à prática do voluntariado no Concelho.

A sessão, intitulada “Sentimentos de um Voluntário”, tem lugar no Auditório Fórum Trofa XXI, pelas 15h00. A primeira parte desta sessão comemorativa será dedicada ao debate e reflexão sobre a temática do voluntariado, nomeadamente, a sua importância para o desenvolvimento local e no seio das diferentes instituições.

«Pela sua dedicação e pelos seus esforços incessantes, todos os voluntários merecem o nosso profundo agradecimento e reconhecimento. Os voluntários são um apoio importante do nosso trabalho, substituindo-se, muitas vezes, às próprias responsabilidades do Estado, e materializando o contributo ativo da comunidade. Sem eles, seriam impossíveis muitas atividades de emergência social e de proteção da dignidade humana», realça Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal da Trofa.

De recordar que a Câmara Municipal da Trofa tem um Banco Local de Voluntariado aberto à participação de todos os interessados. Mais informações em https://mun-trofa.pt/menu/477/banco-local-de-voluntariado-da-trofa.

 

 

Famalicão volta a ser “Município Amigo do Desporto”

Famalicão voltou a ser considerado “Município Amigo do Desporto”.

O título, o quinto consecutivo, foi atribuído pela Associação Portuguesa de Gestão do Desporto, em parceria com a Cidade Social e apoio institucional da República Portuguesa.

A entrega do diploma aconteceu em cerimónia realizada na Mealhada, na presença do vereador do desporto, Pedro Oliveira.

Para ser considerado “Município Amigo do Desporto”, foram tidos em conta vários programas municipais como “Famalicão em Forma” e “Mais e Melhores Anos”; as inscrições e seguros dos jovens atletas nas diferentes federações desportivas suportadas pelo município; o apoio às atividades das associações e coletividades; a ampliação e modernização do parque desportivo; a promoção de motricidade infantil e organização de múltiplos eventos desportivos, entre outros programas municipais.

Trofa com verdadeiro espírito natalício

Entre 1 e 23 de dezembro, o centro da Trofa é um verdadeiro Mercado de Natal, com divertimentos gratuitos, desde comboio de natal, mega rampa de gelo, pista de bumpers cars, casa do Pai Natal, presépios gigante, mega parada de Natal, animação de rua, ateliers, gospel, concertos, street food, feira do livro, mercadinho.

A Alameda da Estação e Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro serão os locais onde a animação natalícia, de acesso gratuito, será constante.

A programação será variada com o objetivo de juntar a comunidade trofense no espírito natalício, perdido nos últimos dois anos devido à pandemia.

A inauguração do Mercado de Natal está programada para as 15 horas do dia 1 de dezembro com uma mega parada de Natal a percorrer o centro da cidade.

Mas há dias que a iluminação natalícia dá brilho às ruas da cidade, num convite ao Natal. A novidade deste ano foi a colocação de uma Árvore de Natal gigante com 16 metros de altura na Praça dos Paços do Concelho da Trofa.

A Árvore de Natal é um dos “photopoints” de Natal, onde todos os trofenses e todos aqueles que visitam a cidade podem tirar fotos e partilhar nas redes sociais.

Horário da feira do livro

Segunda a Quinta-Feira – 09h30 – 12h30 | 13h30 – 21h00

Sexta a Domingo – 09h30 -12h30 | 13h30 – 23h00

Horário do mercado

Sexta-Feira – 20h00- 23h00

Sábados, Domingos e Feriados – 15h00-23h00

Horário para a presença do Pai Natal

Sábados e Domingos – 16h00 – 18h00

 

 

 

Famalicão: Empreendedores mostram-se na Casa do Empresário

O CLDS 4G (Contrato Local de Desenvolvimento Social – Comunidades Incubadoras) dinamizou, em colaboração com a Associação Comercial e Industrial de Famalicão, a iniciativa ‘Cria o Teu Próprio Emprego: Mostra de Empreendedores’. A atividade decorreu no dia 17 de novembro na Casa do Empresário da ACIF, com a presença de mais de 20 empreendedores, que apresentaram as suas ideias de negócio e as suas empresas.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, passou pela mostra para conhecer os vários projetos «reveladores da veia inovadora e empreendedora dos famalicenses» e salientou, ainda, que estas iniciativas «revestem-se de particular importância para os novos empreendedores» e é «com um enorme orgulho» que vê nascer no concelho mais empresas.

O presidente da ACIF, Fernando Xavier Ferreira, também louvou a iniciativa, felicitou os presentes e deu nota da importância do «espírito de entreajuda» que, do seu ponto de vista, deve pautar os empreendedores.

Rogério Lourenço, administrador da Lactilouro, partilhou a sua experiência recordando os primeiros anos da empresa. «No primeiro jantar de Natal (da empresa) éramos apenas quatro, hoje somos mais de 170», frisou, para acrescentar «que a perseverança, a resiliência e a qualidade» são algumas das características que ajudam um bom negócio a ter sucesso.

Na iniciativa, que deriva de um trabalho de parceria estratégica da CLDS 4G com o Famalicão Made IN e o CITEVE – Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário, estiveram empreendedores que criaram recentemente as suas empresas por intermédio do programa ‘Cria o Teu Próprio Emprego’. A seu lado estiveram os empresários que têm sido fonte de inspiração e que os têm acompanhado, como tutores, desde o primeiro momento.

O CLDS 4G é um programa do Instituto de Segurança Social dinamizado desde julho de 2020 pelo Município de Vila Nova de Famalicão em parceria com a Engenho – Associação Local de Desenvolvimento Local do Vale do Este. Está focado num plano de ação centrado nas áreas do emprego, formação, qualificação e empreendedorismo, e irá vigorar até 31 de maio de 2023, implicando um investimento no concelho de 450 mil euros.

Famalicão: Começou a Taça Intermunicipal MKA e traz novidades

A presente edição da Taça Intermunicipal MKA, que já arrancou, regressa ao formato inicial com equipas dos municípios de Famalicão e da Trofa (dada a ausência de competições de futsal em Santo Tirso), envolvendo três escalões: Seniores Masculinos e Seniores Femininos e Veteranos Masculinos.

Na edição 22-23 marcam presença 8 equipas de cada escalão, sendo 4 de cada município. As equipas foram divididas em duas séries, sendo os jogos a realizar a duas mãos, uma das novidades no formato organizativo. Os primeiros classificados de cada série defrontam-se numa finalíssima, marcada para o dia 3 de junho de 2023.

Em seniores masculinos participam a Outeirense, Aderm, S. Martinho e Acura, de Famalicão. Já oriundas da Trofa, estão Casa do FCP da Trofa, Paradela, Covelas e Guidões.
Em veteranos, voltam a competir nesta edição o Covense, o Grac, o S. Mateus e o Cajada, do lado famalicense; enquanto as equipas apuradas da Trofa são o Team Lantemil, S. Romão, AB92 e Alvarelhos.

A competição feminina será disputada por 10 equipas: Coronado, Inter-Milheirós, Alvarelhos, Rebordões, Vermoim, Malta, Fornelo, CD José Lopes, Maganha e Guidões.
A 1.ª jornada começou na sexta-feira, dia 18, no escalão de veteranos masculinos, enquanto os seniores masculinos jogam a 1.ª jornada apenas no próximo sábado. Por definir estão ainda as datas dos seniores femininos, escalão que contempla apenas equipas que militam na Trofa.

Os resultados da 1.ª jornada dos veteranos: série A: Covense 3 vs 3 Grac; Team Lantemil vs S. Romão (adiado); série B: Cajada 6 vs 2 Alvarelhos; S. Mateus 0 vs 6 AB92.

A segunda jornada tem lugar a 20 de janeiro.
Já os seniores masculinos entram em campo este sábado (dia 26 de novembro) com as seguintes partidas: Série A – Aderm vs Outeirense; Casa FC Porto vs Acura; Série B – Covelas vs Guidões; S. Martinho vs Paradela.

Na apresentação desta edição, realizada em Famalicão, o vereador do Desporto na Câmara de Famalicão, Pedro Oliveira, considerou esta competição extra-concelhia como um projeto consolidado que valoriza o desporto de Famalicão e da Trofa.

«Quer a AFSA quer a AFPT sentiram-se com vontade de abraçar este projeto conjunto e em boa hora o fizeram, porque o que acaba por acontecer é que aquela paixão e emoção que acontecem nos jogos do concelhio, quer em Famalicão, como na Trofa, vão ser transportadas para uma dimensão supra-concelhia, permitindo às equipas vivenciarem novas experiências e diferentes competições», referiu o vereador.

O autarca garante que da parte do município de Famalicão haverá sempre apoio às competições concelhias, deixando um agradecimento aos responsáveis pelo projeto «pelo contributo inestimável que dão ao desenvolvimento e à promoção do nosso território. Desejo que seja uma excelente Taça Intermunicipal e que no fim acabe por vencer o melhor», almeja.

Márcio Sousa, presidente da AFSA-Associação de Futebol Salão Amador de Famalicão, destacou o importante apoio da empresa famalicense MKA que empresta o seu nome à competição e mostrou-se satisfeito com a experiência realizada nas últimas duas edições. «O que está por detrás, apesar de ainda ser curto, demonstra que esta foi uma boa aposta», frisou o dirigente, agradecendo a disponibilidade do concelhio da Trofa. Por fim, Márcio Sousa explicou que, «infelizmente», o campeão concelhio (de seniores e de veteranos masculinos – AD Pedome) não marca presença nesta competição em virtude dos maus comportamentos dos seus adeptos e que levou o Município da Trofa a não permitir o acesso dos mesmos aos seus pavilhões.
A presidente da AFPT-Associação Futebol Popular da Trofa, Madalena Azevedo, estendeu os agradecimentos à empresa MKA e corroborou das palavras do seu homólogo famalicense. «Sabíamos que este era um projeto com pernas para andar e com sucesso garantido e o tempo tem-nos dado razão. Por isso contem connosco para lhe dar continuidade», frisando que a instituição foi forçada da «vedar a presença da AD Pedome durante algum tempo, na medida em que os pavilhões que usamos são propriedade do município».

IPCA vai ter residência para estudantes

O IPCA vai ter a primeira residência para estudantes. Já foi feita a escritura pública de um edifício para o efeito. Um sonho concretizado ao final de 26 anos, que trará condições de habitação a preços compatíveis com as condições económicas dos estudantes. É também a possibilidade para o IPCA atrair estudantes de localidades mais distantes e de mais estrangeiros.

A futura residência fica localizada na Rua do Aldão, em Vila Frescaínha S. Martinho, a 200 metros do Campus, em Barcelos.

A aquisição deste edifício foi possível com verbas do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), no seguimento da candidatura apresentada no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), tendo sido atribuído cerca de 2.024,00 milhões de euros. A verba destina-se à aquisição do edifício, adaptação e ampliação para responder às exigências de instalação e funcionamento da residência de estudantes. Esta residência terá capacidade para 62 camas a disponibilizar em setembro de 2023.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, no final da escritura, salientou a importância do edifício para o reforço da afirmação na área social e na melhoria das condições de acesso e frequência da comunidade estudantil, contribuindo para a efetiva igualdade de oportunidades e respondendo mais eficazmente às necessidades e expectativas dos estudantes e das suas famílias.