Trofa: Dois feridos em incêndio numa têxtil

Um incêndio numa têxtil instalada na zona da Gandra, em S.Martinho de Bougado, na Trofa, deixou duas pessoas feridas, uma delas em estado grave.

As vítimas, na casa dos 40 – 50 anos, no momento do incêndio estariam a trabalhar no telhado da fábrica, caindo de uma altura de cerca de 5 metros. Foram assistidas por uma corporação de bombeiros locais e pela VMER da unidade de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave. Acabaram por ser encaminhadas para o hospital de Famalicão.

 

Falha técnica impede registo dos Jogos Santa Casa

Os terminais dos mediadores dos Jogos Santa Casa espalhados pelo país continuam em baixo «devido a uma falha técnica no data center», o que tem impedido o registo de jogos da sorte.

Segundo a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, responsável pela gestão dos jogos sociais do Estado, a falha técnica já foi solucionada na aplicação móvel e no portal dos Jogos Santa Casa, contudo ainda não é possível fazer apostas nos terminais de centenas de mediadores espalhados pelo país.

Está descartada a possibilidade de se tratar de um ataque informático.

Zé Amaro e Augusto Canário são cabeças de cartaz na Expotrofa

Augusto Canários & Amigos, Zé Amaro e a Banda Myllenium são os artistas que vão animar a edição deste ano da EXPOTROFA, que decorre entre os dias 6 e 10 de julho, na Alameda da Estação, bem no centro da cidade. Dois anos depois da última edição, o certame regressa com muitas atividades, bem como as habituais tasquinhas.

Da programação, realce para Augusto Canário que animará a noite de 6 de julho, a partir das 21h30, e no dia seguinte, 7 de julho, o palco será para a Banda Myllenium. A 8 de julho, o palco está reservado para a Orquestra Urbana da Trofa com o Tributo a António Variações e a participação especial de Paulo Praça. Dois dias depois, a 9 de julho, Zé Amaro sobe ao palco.

A edição deste ano encerra no dia 10 de julho, com um desfile de moda, com a participação do comércio local na área do vestuário e acessórios. As dificuldades provocadas pela pandemia levou a Câmara Municipal da Trofa a abrir, pela primeira vez, a iniciativa a todos os estabelecimentos comerciais do concelho.

Com entrada gratuita, a EXPOTROFA assume-se como um dos maiores certames do género da região Norte. O evento dá a conhecer as empresas da região, os artesãos locais e as associações do concelho. Tal como em edições anteriores, a oferta gastronómica está assegurada com as tasquinhas que mobilizam muitos trofenses e visitantes.

«É um regresso aguardado por todos nós. A EXPOTROFA tem a capacidade de mobilizar os trofenses e todos aqueles que se deslocam à Trofa para participar nesta mostra», salienta Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal.

Trofa reflete sobre as alterações climáticas no II Fórum Ambiente

A Câmara Municipal da Trofa volta a organizar o Fórum Ambiente. Nesta segunda edição, o tema central do debate é a adaptação dos territórios às alterações climáticas. O II Fórum Ambiente, inserido na celebração do Dia Mundial do Ambiente, realiza-se a 3 de junho, no Fórum Trofa XXI.

A iniciativa inicia-se às 9h45 e vai contar com a presença do vereador do pelouro do Ambiente e Espaços Urbanos da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Araújo e do secretário da Comissão Executiva da Área Metropolitana do Porto, Miguel Oliveira. O presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto, vai ser o responsável por encerrar o evento.

O primeiro painel do fórum vai focar-se nos desafios locais na adaptação às alterações climáticas. Jorge Rodrigues de Almeida, da RdA Climate Solutions, Cátia Costa, da Agência de Energia do Porto, Pedro Macedo, do Centre for Ecology, Evolution and Environmental Changes e José Lameiras, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto / CIBIO-InBIO vão ser os oradores da primeira parte do evento.

O segundo painel vai discutir sobre os espaços urbanos adaptados. O chefe da Divisão de Planeamento, Urbanismo, Mobilidade e Ambiente da Câmara Municipal da Trofa, António Charro, vai moderar o debate entre os especialistas Paulo Farinha Marques, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto/CIBIO-InBIO, Gonçalo Andrade, da X-SCAPES / Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Cláudia Fernandes, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto/CIBIO-InBIO.

Durante a tarde, vai desenrolar-se uma discussão sobre os territórios rurais adaptados. A conversa vai decorrer entre Luís Brandão Coelho, da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Joaquim Mamede Alonso, da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima e entre Sandra Vinhais Sarmento, do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. O encontro vai ser moderado pelo responsável pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, José Cangueiro Cabral.

Nova greve na CP com impacto esta segunda-feira

A CP – Comboios de Portugal comunicou, esta sexta-feira, que a greve parcial convocada para esta segunda-feira, pode provocar perturbações «significativas» na circulação dos urbanos do Porto, com impacto previsto entre as 00h00 e as 12h00, do mesmo dia.

Em nota enviada às redações, a CP informa que o Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social não decretou serviços mínimos. No entanto, promete desenvolver todos os esforços «para prestar o melhor serviço possível aos clientes, apesar dos constrangimentos decorrentes desta situação».

O Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI) anunciou, esta quinta-feira, duas novas greves parciais nas zonas urbanas de Porto e Lisboa, reivindicando melhorias salariais.

A greve parcial na zona urbana do Porto vai decorrer entre as 5h00 e as 8h30 desta segunda-feira.

O sindicato, que representa a maioria dos trabalhadores do serviço comercial e transporte (revisores, trabalhadores das bilheteiras e as suas chefias diretas), considera que o aumento de 0,9% da tabela salarial não é «um valor aceitável».

Mercadona doa 1,5 milhões de euros para ajudar os refugiados da guerra na Ucrânia

A Mercadona, como demonstração de apoio e solidariedade com o povo ucraniano, doa 1,5 milhões de euros para ajudar os refugiados da guerra da Ucrânia. Esta ajuda materializa-se a partir de junho com a entrega de Cartões Sociedade de 50€ cada um, com o objetivo de ajudar a cobrir as necessidades básicas dos refugiados que chegam a Portugal e Espanha, podendo ser utilizados em qualquer um dos seus supermercados.

Através desta colaboração, a Mercadona prevê ajudar cerca de 5.000 pessoas refugiadas.

A empresa realizará a entrega destes cartões através das entidades autorizadas dentro dos programas oficiais de acolhimento de ucranianos em Portugal e Espanha.

Famalicão: Município apoia a corporação dos Bombeiros de Riba de Ave

Na última reunião de Câmara foi aprovado um apoio financeiro, no valor de 150 mil euros, à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Riba de Ave para aquisição no presente ano de duas ambulâncias de socorro (ABSC) e de um veículo florestal de combate a incêndios.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, diz que era necessário apetrechar melhor, com meios de socorro, aquela zona do concelho.