Mão Morta dá som a filme mudo

A banda de Adolfo Luxúria Canibal vai estrear-se no palco da Casa das Artes, no dia 19 de outubro, para tocar ao vivo a banda sonora que criou para o filme “A Casa na Praça Trubnaia”, obra do cineasta Boris Barnet.

O filme-concerto da banda rock portuguesa vai contar com mais de 80 minutos de música composta exclusivamente para esta apresentação e é o grande destaque da quarta edição do Close-Up, Observatório de Cinema de Vila Nova de Famalicão, que decorre entre 12 e 19 de outubro.

A abertura do evento, no dia 12 de outubro, está a cargo da Orquestra de Jazz de Matosinhos, dirigida por Pedro Guedes, que aceitou o desafio do Close-Up para, também, acrescentar som ao filme mudo soviético “O Couraçado Potemkine”, realizado por Sergei Eisenstein.

Ao longo dos oito dias do Observatório serão apresentadas cerca de 40 sessões de cinema contemporâneo cruzadas com a história do cinema.

Destaque para duas sessões especiais, com a exibição do mais recente filme de Quentin Tarantino, “Era uma vez em…Hollywood”, e a antestreia nacional de “Alpha: Nos Bastidores da Corrupção”, de filipino Brillante Mendoza.

Haverá ainda tempo para um passeio pelo cinema francês com dois protagonistas – Agnès Varda e Jean-Luc Godard – mas que inclui outros nomes, como Jean-Pierre Melville, Sacha Guitry, Max Ophüls, Georges Franju ou Louis Malle.

O cinema português vai também estar em destaque com um programa dedicado aos filmes escritos e realizados pelo cineasta-fotógrafo Eduardo Brito, onde se incluem as curtas metragens em antestreia – “Úrsula”, uma encomenda do Observatório, e “La Ermita”.

Há, ainda, um programa para as escolas com uma dezena de sessões de cinema, oficinas e uma masterclasse de Pedro Serrazina. “Toy Story 4” e a versão live action do filme “O Rei Leão” são as duas propostas para as famílias.

Dos realizadores, jornalistas e académicos convidados para as sessões comentadas, destaque para o realizador João Canijo e de Vasco Câmara, editor do suplemento cultural Ípsilon do jornal Público.

Mais informações em www.closeup.pt ou www.casadasartes.org.

Mónica Vilela dos B.V.Riba d’Ave foi a bombeira do concelho mais rápida a subir o Bom Jesus

Mónica Daniela Silva Vilela, dos Bombeiros Voluntários de Riba d’Ave, foi a mais rápida do concelho a fazer a prova “Escadórios da Humanidade”, que se realizou este sábado, no Bom Jesus, em Braga.

A prova juntou centenas de bombeiros de todo o país e não só que tinham como objetivo subir os 566 degraus do Bom Jesus. Para além da dificuldade da prova, acresce o facto de os participantes terem que efetuar o desafio totalmente equipados.

Mónica Vilela, que outrora teve o título de bombeira mais rápida de Portugal, fez a prova em 8:53, tendo alcançado o 3 lugar do seu escalão (Sénior Fem.) e a 211ª posição da classificação geral.

Nesta competição participaram elementos de todas as corporações de Vila Nova de Famalicão, o homem mais rápido do concelho foi Carlos Rafael Freitas dos B.V.Famalicão.

Famalicão: Embatem em carro, provocam estragos consideráveis e fogem

Um carro ficou com vários estragos depois de, aparentemente, ter sofrido um embate de uma viatura que se colocou em fuga, na freguesia de Pedome, em Vila Nova de Famalicão.

O acidente aconteceu na tarde deste sábado, entre as 14h45 e as 17h30, relata a proprietária do veículo na imagem.

A lesada refere que estacionou o veículo junto à igreja de Pedome e só deu conta do sucedido quando regressou a ele, cerca das 17h30. No local não foram encontrados elementos suficientes que pudessem identificar o autor dos estragos, apenas algumas marcas que indiciam que o veículo envolvido será de cor azul.

A mulher apela à comunidade para, no caso de ter informações sobre o acidente, o reportem.

Maior transportadora Suíça abre escola em Famalicão: Vai formar e contratar motoristas de pesados

O maior transportador da Suíça (Galliker Transport AG), vai abrir instalações em Vilarinho das Cambas, Vila Nova de Famalicão.

O objetivo deste espaço passa pela formação e recrutamento de motoristas de pesados em Portugal, para uma futura carreira na Suíça, com as condições salariais e regalias praticadas naquele país.

Trata-se de um investimento inicial de um milhão de euros e que será apresentado ao detalhe na próxima quarta-feira, nas novas instalações do grupo em Portugal.

A Galliker Transport AG vai ficar instalada na Rua da Economia nº 152, em Vilarinho das Cambas.

Famalicão: Carro estacionado na cidade aparece danificado e autor dos estragos está por localizar

Um Renault Clio dos novos foi encontrado pela sua proprietária com vários estragos, na zona lateral e traseira, no centro da cidade de Famalicão.

A viatura estava estacionada ao lado do Parque 1º de Maio, nas proximidades do concessionário da Renault, e os estragos terão sido provocados no último domingo, dia 18 de setembro.

A proprietária do carro deparou-se com aquela situação por volta das 00h00, assim que saiu do emprego e se preparava para regressar a casa.

Passada uma semana desde o incidente, a lesada ainda não conseguiu obter informações que a levassem ao responsável pelos estragos, no entanto, não perde a esperança que alguém tenha visto o que aconteceu e possa ajudar, uma vez que os custo de reparação será avultado.

Famalicão: Carro estacionado na Praça D.Maria II fica sem parte do para-choques, sem sensores e cablagem

Há registo de mais uma viatura que ficou sem parte do para-choques e alguns acessórios no centro de Vila Nova de Famalicão.

O furto ocorreu na madrugada deste sábado, entre as 00h00 e as 03h00, sendo que a viatura estava estacionada numa zona bastante iluminada da renovada Praça D.Maria II.

Para além de uma parte do para-choques, os larápios terão arrancado os sensores de estacionamento e alguma cablagem do automóvel.

O caso foi reportado às autoridades que, segundo o lesado, terão admitido tratar-se de uma situação recorrente.

Famalicão: Já há programa para mais um Festival Teatro Construção

A ATC já tem definido o programa do trigésimo quinto Festival Teatro Construção. De 8 a 30 de outubro, o Centro Cultural de Joane vai receber vários espetáculos, sendo que a abertura, às 21h30 é pelo Chapitô (Lisboa), com “Antígona 3 por 3.5”. No dia seguinte, às 17h30, pela portuense Historioscópios pode ver “A Caixa dos Nove Lados”.

Depois, e até 30 de outubro, o programa é o seguinte:

15 de outubro, 21.30, Curiosidade dos Anjos – Bruxa Teatro (Évora)

16 de outubro, 17.30h, Mãos de Sal – Mandrágora (Espinho)

22 de outubro, 21.30, Primavera – Fértil Cultural (Vila Nova de Famalicão)

23 de outubro, 17.30h, Germinação – Teatro de Montemuro (Castro Daire)

29 de outubro, 21.30, A Visita – Teatro Invisível (Lisboa)

30 de outubro, 17.30h, Lobo Mau – Red Cloud (Aveiro)

O festival também contempla oficinas. No dia 9 de outubro, às 10 horas, Histórias de pais e filhos; na tarde, 15 horas, do dia 19, Dramatização de histórias infantis para profissionais; e, por último, às 10 horas do dia 23 de outubro, há uma oficina Do Pé pra Mão.